O comunismo

Imagem

Reconheço, há ausência

Sim, é real

Mas, um não sei o que, diz-me que irás entrar triunfante, lindo, de armadura, com o dragão morto na mão

Como alguém que faz uma surpresa e que de maneira sádica se delicia com o espanto do outro

Sim, reconheço, há ausência

É real

Mas esse cheiro, das damas, da noite, parece anunciar o encontro, o foder

Irás surgir, assim, do nada

(Vazio)

Fico a olhar a porta… E o estalo da madeira me faz acreditar que és tu

É festa do corpo!

Beijo na boca

Beijo de quem está prometida

Beijo de puta comunista, que fode pelo bem comum

Que não quer mercadoria

Apenas uma noite bem dormida

Advertisements